Estação de Tratamento de Água (ETA) que funciona no bairro Fábio Silva, em Tubarão, foi toda reestruturada pela concessionária neste período de quase uma década à frente do serviço no município
https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

A Tubarão Saneamento, concessionária dos serviços públicos de água e esgoto de Tubarão, desde 2012, investe em ações que beneficiam o meio ambiente e o bem estar das pessoas.

Anunciante do CNT

Nesta segunda-feira (01), a empresa completa nove anos de atuação na Cidade Azul, e já contabiliza conquistas históricas. “Promover saúde, dignidade e desenvolvimento sustentável, por meio de iniciativas que melhoram o saneamento é o nosso compromisso”, destaca o diretor da Concessionária, Paulo Eduardo Canalles.

Anunciante do CNT

Em todos esses anos, a companhia já investiu mais de R$118 milhões, em recursos próprios, no município. Só em 2020 foram aproximadamente R$20 milhões em obras de melhorias e expansão do Sistema de Abastecimento de Água e Sistema de Esgotamento Sanitário. Para os próximos cinco anos, a Tubarão Saneamento pretende destinar mais R$160 milhões na Cidade Azul.

Anunciante do CNT

“Além dos investimentos, que são importantes para garantir a funcionalidade dos sistemas, nós acreditamos na sustentabilidade e o time de colaboradores atua com esse propósito, sempre em busca de ações que contribuam para esse posicionamento, além de iniciativas inovadoras. Reafirmamos o potencial da nossa atuação, por meio dos controles diários, seguindo todas as recomendações legais”, valoriza o diretor.

Para garantir a qualidade da água distribuída, dentro dos parâmetros de potabilidade definidos pelo Ministério da Saúde, só em 2020, foram realizadas cerca de 88 mil análises, nos mais de 30 mil m³ de água tratada, correspondente a, em média, 410 litros por segundo.

Na operação de desaguamento de lodo, mais de 700 toneladas dele seguiram para um aterro sanitário. Antes, o material era devolvido ao Rio Tubarão, hoje tem a destinação correta. Segundo o diretor, a água, que era desperdiçada neste processo, retorna para a fase de tratamento.

A perda de água, assim como ocorria por meio da operação de lodo, é um dos pontos mais frágeis do sistema de saneamento e das empresas operadoras. Elas também ocorrem em qualquer processo de abastecimento de água, através de redes de distribuição no mundo, que podem ser associadas aos vazamentos, falta de hidrômetros, erros de medição ou até mesmo ligações clandestinas.

Em Tubarão, o percentual de perdas é de 21,33%, enquanto a média nacional, nos municípios, é de 39,2%, segundo o SNIS (2019). Dados de 2012 mostram que 35% da água era desperdiçada durante a distribuição de água, em Tubarão. “Para continuar reduzindo este montante, implantamos, no último ano, mais dois Distritos de Medição e Controle. No total, 11 estão em operação”, compartilha Paulo.

Na operação de esgoto, até a etapa atual, mais de 7 mil famílias já são beneficiadas com o serviço de coleta e tratamento. Juntos, podem evitar que 73 milhões de litros de esgoto, por mês, deixem de chegar nos rios, o que equivale a quase 30 piscinas olímpicas. “Além do prejuízo à saúde da população e ao meio ambiente, cidades em que falta saneamento básico impacta, negativamente, na qualidade de vida e economia. Tubarão é um município que olha para o futuro e segue elevando o potencial para os tubaronenses”, explica o diretor.

Relatório de Ações 2020

Como forma de prestar contas, na segunda quinzena de março, a Tubarão Saneamento fará a entrega do Relatório de Ações 2020 à prefeitura, Agência Reguladora de Saneamento (AGR), entidades e aos colaboradores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui