https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

Uma mulher gravou um vídeo para denunciar uma agressão que teria sido provocada pelo seu ex-companheiro, em Laguna. O caso teria acontecido no sábado, 16, e repercutiu após as imagens serem divulgadas em grupos de aplicativos de mensagem.

Anunciante do CNT

A vítima acusa o homem, que seria policial militar na cidade, de tentar invadir a casa e quebrar uma janela. Na gravação, ela mostra que uma parede externa da residência ficou completamente manchada de sangue. Uma criança aparece no vídeo assustada e chorando. A mulher relata na gravação que os filhos do ex-casal foram xingados.

Anunciante do CNT

Em entrevista recente ao site, a delegada Vivian Selig, informou que mais de 70 medidas protetivas já foram requeridas neste ano pela Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e ao Idoso (Dpcami).

Anunciante do CNT

“A medida é algo muito importante e tem uma efetividade extrema”, afirmou a delegada. “Ano passado não tivemos casos de feminicídio em Laguna e isso significa dizer que as medidas cumpriram seu papel, afastando o agressor nos momentos mais emergenciais. Ela serve para afastá-lo de forma imediata e não poderá se aproximar ou fazer contato pessoalmente, por mensagem ou por telefone”.

Vídeo no link https://www.instagram.com/tv/Ccd7kH8J4JM/?igshid=YmMyMTA2M2Y=

No caso das mulheres, as medidas protetivas são fundamentadas na lei federal nº 11.340, de 2006, que é a Lei Maria da Penha. “Caso o agressor descumpra a medida, ele pode ser preso em flagrante delito sem possibilidade de fiança e se não houver o flagrante, ele pode ser detido preventivamente”, explica Vivian. Em Laguna, a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e ao Idoso (Dpcami) recebe denúncias pelo número federal 180 (Disque Denúncia), 181 (Polícia Civil) e se a situação for urgente, o indicado é acionar diretamente a Polícia Militar, pelo telefone 190.

Fonte: Agora Laguna

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui