https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

Governador Moisés passa a responsabilidade sobre volta presencial a aulas e transporte público para prefeitos.

Anunciante do CNT

O governador Carlos Moisés da Silva disse ontem que a decisão sobre reabertura de escolas, liberação de transporte públicos e eventos será dividida com as prefeituras; o decreto que determinava proibição dessas atividades encerrará neste domingo 31/05/2020, ou seja, a partir da próxima segunda-feira caberá aos prefeitos a liberação dessas atividades ou se continuam com as restrições.

Anunciante do CNT

“Vamos compartilhar as decisões com os municípios, dividir responsabilidades, sempre baseados em dados científicos da área da saúde, utilizando nossa ferramenta epidemiológica, que estará disponível a todos os gestores. Não é da vontade do governo ações de isolamento, é necessidade pública para enfrentamento da crise, mas não podemos dissociar a saúde da economia”, afirmou do governador.

Anunciante do CNT

Contudo, não deixou de advertir que essas decisões devem ser tomadas com embasamento na ferramenta desenvolvida pelo Governo que demonstra o avanço da epidemia em todo o Estado de Santa Catarina; “Cada região, com a ferramenta, poderá avaliar e dizer se naquela situação, com os números do aumento de casos e de óbitos, é seguro voltar o transporte coletivo ou até outras atividades que ainda estão suspensas. Devem ser ações desiguais para situações desiguais”, disse, não deixando de advertir que o monitoramento das regiões continua e que medidas restritivas poderão ser adotadas pelo governo em locais pontuais se for identificado aumento do contágio.

Cursos livres estão liberados. Esses que se enquadram na categoria de formação inicial e continuada ou qualificação profissional, proporcionando ao aluno conhecimentos que lhe permitam inserir-se no mercado de trabalho ou ainda aperfeiçoar seus conhecimentos em área específica tais como: beleza, gastronomia, ensino de idiomas e operação de equipamentos ou tecnologia, dependendo de estrutura e manuseios de equipamentos excetuando preparatórios para vestibulares.

Prefeitos da região devem se reunir para decidirem sobre novas medidas

Após o anúncio – ainda extraoficial – do governador Carlos Moisés dando autonomia aos municípios sobre medidas restritivas ou liberativas, o presidente da Amurel, Rosenvaldo da Silva Júnior, prefeito de Imbituba, disse que ainda precisará se reunir com os demais prefeitos da associação para decidirem, em conjunto, as ações a serem tomadas.

Primeiro querem uma nova reunião com o governador, para que estas decisões sejam realmente divididas com todos para, depois discutir com o demais prefeitos quais medidas tomar nos municípios, considerando o número de habitantes de Tubarão que é grande em relação aos menores, com menos de dez mil habitantes. Para Rosenvaldo, essas decisões terão como base considerar avaliações das autoridades da saúde com relação ao número de casos e de leitos hospitalares da cada município.

Outro ponto ressaltado pelo prefeito Rosenvaldo é o de decidir em conjunto sobre o transporte público que “até acredito que possa haver alguma flexibilização, desde que tomados todos os cuidados necessários, de distanciamento social e higiene, por exemplo. Mas quanto às aulas presenciais nas escolas, ainda acredito ser muito cedo para retorno. Porém, como falei, tudo será decidido em conjunto com os demais municípios”, pontua.

O prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, disse que aguardará primeiro a normativa oficial do governo do Estado a respeito desta possível autonomia para, então, “como já estamos fazendo, continuar ouvindo nossas autoridades em saúde e também o setor produtivo e agir com segurança para todos”, afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui