https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

Há algum tempo atrás percebi que estava me matando, não que eu seja suicida, mas, como a maioria dos seres humanos, eu não ligava a minima para as coisas que eu comia. Sempre pensei que por ser magra, poderia comer o que quisesse e continuaria saudável. Então um dia eu descobri que vivia cansada e com sono, por que meu corpo não estava produzindo as vitaminas D e B12. Segundo a médica, uma vez por ano eu teria que tomar 4 injeções super concentradas dessas duas vitaminas, e claro que as recomendações eram: mudar alimentação e fazer exercícios físicos.

Anunciante do CNT

Sempre pensei que o fato de ir a pé para o trabalho e me movimentar bastante la já contava como exercício, e quanto a comida, nunca gostei de legumes ou verduras e nunca fui muito ligada em frutas, na verdade trocava qualquer refeição por um bom café. Fisicamente eu não tinha nenhuma força, pesava 50 kg sendo que desses, mais de 30% eram gordura corporal, era magra, mas estava sempre com enxaquecas, cansada e sonolenta. Foi então que caiu a ficha, nem sempre ser magro é ser saudável . No final do ano de 2018, conheci um novo estilo de vida, uma filosofia que me deu forças e vontade de mudar.

Anunciante do CNT

Aprendi que comida saudável não tem gosto ruim, descobri que adoro legumes e frutas. Aprendi que suplementação não é para quem quer ficar “bombado” e sim, para suprir as necessidades que o corpo tem. E me apaixonei por exercícios físicos. Meu cansaço e sonolência, sumiram e meus exames mostraram que com uma alimentação saudável, exercícios físicos e suplementação de qualidade, meu corpo começou a produzir as vitaminas necessárias e fui liberada das injeções. Claro que sair do sedentarismo e criar uma rotina totalmente desconhecida até então, não foi fácil, nunca é.

Anunciante do CNT

O mais difícil talvez seja admitir que sua zona de conforto, é a parte mais perigosa da sua vida. E nunca é fácil sair de lá. No começo eu sabia que precisava, mas não acreditava que a mudança faria diferença, então cada vez que eu sentia vontade de desistir, pensava em como estava me sentindo bem, e como os exercícios estavam me fazendo bem, de 30% de gordura, diminui para 16% de gordura e 36% de massa muscular, e essa evolução me faz seguir em frente.

A questão não é ser gordo ou magro. A questão é ser saudável. Você pode estar a cima do peso e sentir se bem com seu corpo, mas, e sua saúde? Você pode estar a cima do peso e achar que esta tudo bem, por que nunca precisou ir ao médico, não tem dores etc….. E quando precisar ir? Já pensou em como sua saúde vai estar?

Quando eu era criança, meu avô sempre me perguntava: Você vive pra comer, ou come pra viver? Hoje, eu entendo o sentido da pergunta. Hoje eu posso responder que como pra viver. Então, se você não tem pensamentos e nem tendencias suicidas, me explica o por que se matar lentamente? Não estou falando pra você virar um muso ou musa fitness, estou falando que precisa controlar o que você consome. SEU CORPO É SUA ÚNICA CASA NESTE MUNDO, e se ele falhar você não terá onde ficar. Seu corpo pode ser comparado a uma caminhonete a DIESEL, se você tem uma, com certeza nunca irá encher o tanque com gasolina, pois se fizer isso vai acabar com o motor. O seu corpo é a mesma coisa, se você só come coisas sem nutrientes, uma hora ele vai parar.

Segundo os dados do Dossiê da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) de 2017, o Brasil consome, em média, 7 litros per capita de veneno a cada ano, o que resulta em mais de 70 mil intoxicações agudas e crônicas em igual período.

E mesmo sabendo disso, quando você vai comprar frutas e legumes, você precisa escolher os mais bonitos. Por que os que não são usados agrotóxicos, não são tão grandes, ou tão bonitos. Isso só prova que você come com os olhos, sem pensar nas consequências que seu corpo terá.

Você sabe tudo que faz mal, e mesmo assim não é capaz de se esforçar um pouquinho, nem que seja pra tomar um copo a mais de água, ao invés disso, engana a si mesmo dizendo que a única alegria que tem é comer, e que a vida é muito curta pra ficar escolhendo o que comer. Alguns reservam um dia por semana pra comerem tudo que der vontade, acham que por ser apenas um dia, não fará mal algum. E as vezes é exatamente nesse dia que acontece uma intoxicação alimentar. Então, cuidem se, vivam com equilíbrio, isso vai ajudar muito a sua saúde emocional e mental. Afinal, você é o que você come. E a estética é apenas o bonus de uma vida saudável e equilibrada.

“Aqueles que dizem não ter tempo para uma alimentação saudável, cedo ou tarde terão que arrumar tempo para cuidar da saúde perdida.” Autor desconhecido

Por: Elisama Esmeraldino

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui