https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

Hospitais sem leitos de UTI para tratamento de covid-19, corredores lotados de pacientes com suspeitas da doença e uma série de alertas emitidos por profissionais de saúde nos últimos dias, principalmente nesta semana em decorrência do aumento do número de casos e mortes na Amurel… Matriz de risco elevada de grave à gravíssima e novas restrições já interpostas em pelo menos três dos 18 municípios da microrregião. Com tantos dados negativos sobre a proliferação do novo coronavírus, o prefeito da segunda maior cidade do Sul do Estado, Joares Ponticelli deve divulgar, nas próximas horas, um novo decreto com medidas para conter o avanço da pandemia em Tubarão. O documento deverá conter restrições para tentar combater o aumento de infecções. O fechamento do comércio deve ser descartado neste momento.

Anunciante do CNT

Laguna, Gravatal e Capivari de Baixo foram os primeiros municípios a decretarem a suspensão de atendimentos presenciais, práticas de esportes sociais, permanência em lugares públicos e música ao vivo. O réveillon foi cancelado em Laguna. Era o maior evento público do Sul do Estado, que costuma reunir entre 200 a 300 mil pessoas na orla da Praia do Mar Grosso.

Anunciante do CNT

Com tantas perdas provocados na área da saúde, a mais grave sendo as vidas ceifadas pela doença, que surgiu na China em dezembro do ano passado, outro setor que sofre diretamente pela proliferação desta possível segunda onda da covid-19 é o econômico, principalmente os nichos de entretenimento, que caiu mais de 500% desde as primeiras medidas preventivas aplicadas no último mês de março. O comércio de Tubarão também teve uma redução considerável no movimento e nas vendas. Será que o setor vai ter o pior Natal das últimas décadas? Ao que tudo indica, sim.

Anunciante do CNT

Enquanto isso, os casos de aglomerações vão se repetindo em todo o país, principalmente em casas de shows Brasil afora. Praias da região, como no Rosa, em Imbituba, também apresentam casos da doença, mas muitos dos visitantes e moradores estão longe de cumprir as medidas sanitárias, como distanciamento social, respeitar a lotação de espaços privados (30%, geralmente), usar máscaras e álcool em gel. Vida que segue (ou não)…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui