https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

Entre os nove detidos suspeitos do arrombamento e furto na Tesouraria Regional do Banco do Brasil, em Criciúma, entre a noite da última segunda-feira (30) e madrugada de terça (1), está Márcio Geraldo Alves Ferreira, o Buda, integrante da maior facção criminosa do Brasil, o Primeiro Comando da Capital (PCC), que surgiu nos presídios paulistanos entre 1980 e 1990. O PCC atua dentro e fora dos presídios e penitenciárias em várias cidades do país. Buda foi preso em uma casa bem estruturada na região central de Gramado (RS).

Anunciante do CNT

A polícia ainda deteve junto co Buda outro suspeito, que tentou fugir para uma região de mata, mas também acabou engaiolado. Os investigadores acreditam que Buda seja um dos responsáveis pelo violento ataque registrado na última terça-feira em Criciúma. A ação da quadrilha levou pânico aos moradores da maior cidade do Sul de Santa Catarina.

Anunciante do CNT

O ladrão também é apontado pela Polícia Civil como um dos responsáveis por planejar a tentativa de resgate de Marcos Herbas Camacho, o Marcola, líder do PCC.

Anunciante do CNT

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui