https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

O Natal trouxe um recorde negativo para Santa Catarina desde o surgimento da pandemia no Estado. A Matriz de Risco Potencial divulgada nesta quarta-feira (23), pelo governo catarinense e Secretaria da Saúde (SES), classifica todas as 16 microrregiões do Estado em alerta gravíssimo (cor vermelha) para a covid-19.

Anunciante do CNT

A região de Xanxerê, que era a única em estado grave na matriz divulgada semana passada, passou para nível gravíssimo neste boletim. Com relação à capacidade de atendimento que leva em conta a taxa de ocupação de UTIs, somente as regiões do Extremo Oeste e Xanxerê estão em nível grave. Todas as outras estão em vermelho.

Anunciante do CNT

A matriz mostra ainda que o aumento na transmissibilidade está em nível gravíssimo em mais da metade das regiões. No boletim anterior, divulgado no dia 18, apenas as regiões Nordeste e Meio-Oeste estavam neste nível.

Anunciante do CNT

No que se refere aos óbitos, também houve um aumento no número de regiões no alerta máximo, sendo que as que estão com os números mais preocupantes são o Alto Vale do Rio do Peixe, Carbonífera, Extremo Sul, Foz do Rio Itajaí, Laguna e Serra catarinense.

Desde o dia 18 de dezembro, data de divulgação da última matriz, Santa Catarina registrou 15.081 novos casos e 184 mortes causadas pela Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui