https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

Em ofício encaminhado na quarta-feira (24) aos 295 gestores municipais de Santa Catarina, o secretário de Saúde do Estado, André Motta Ribeiro, chamou atenção para a situação crítica da pandemia no território catarinense, em especial na rede hospitalar.

Anunciante do CNT

A pandemia deteriorou no estado todo, e a exemplo do que acontece nas regiões mais a Oeste, estamos entrando em colapso”, alerta Ribeiro em nota. O secretário também pede que os municípios reforcem os estoques de medicamentos dos chamados kits de entubação e de todos os outros insumos necessários no atendimento de pacientes com Covid-19, como oxigênio e equipamentos de proteção individual. Devido ao aumento no número de pacientes que precisam de leitos de UTI para tratamento da doença, Ribeiro destacou a importância de novos leitos serem abertos nas unidades hospitalares do estado.

Anunciante do CNT

Acompanhe, na íntegra, a nota emitida pelo secretário

Anunciante do CNT

“Preciso informar a todos que a situação da pandemia deteriorou no Estado todo e, a exemplo do que acontece nas regiões mais a oeste, estamos entrando em colapso! Todos os esforços de Estado e municípios, até então, são insuficientes em face à brutalidade da doença. Infelizmente, percebesse fenômeno similar no resto do País. Solicito aos gestores municipais que tomem medidas emergenciais para diminuir significativamente a circulação das pessoas, mantendo apenas serviços essenciais e que convoquem toda a força de trabalho da Saúde para o enfrentamento. Estamos mobilizados para fazer todo o possível para diminuir sofrimentos impostos às pessoas, mas a força e gravidade deste momento estão suplantando o resultado das nossas ações”.

A situação parece ser pior a cada dia mesmo com a chegada e aplicação, de forma tímida, da vacina nos catarinenses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui