https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

Já são 91 dias de tratamento e muitas dificuldades geradas após a tentativa de homicídio contra o soldado Jeferson Luiz Esmeraldino, de 32 anos, de Tubarão, que trocou tiros com bandidos no maior assalto a banco da história de Santa Catarina, registrado no início de dezembro do ano passado, em Criciúma.

Anunciante do CNT

Amigos e familiares decidiram criar uma corrente solidária para arrecadar R$ 100 mil para o tratamento do policial militar, que se recupera em casa, há cerca de um mês, após mais de 60 dias de internação e várias cirurgias. Diversos profissionais de saúde precisam se deslocar até a residência de Esmeraldino para trabalhar na sua lenta recuperação. Um quarto hospitalar foi montado no local.

Anunciante do CNT

Os gastos são altos e, embora o tratamento seja custeado pelo Estado atualmente e outros ressarcidos posteriormente, existem diversas outras despesas para auxiliar. “A colaboração de todos é um gesto de camaradagem para com o guerreiro, que cumpriu seu juramente de defender a sociedade, mesmo com o risco da própria vida”, observa o Soldado Espíndola, colega de Jeferson no Batalhão de Criciúma.

Anunciante do CNT

No último dia 18, o comando da 6ª Região da Polícia Militar e do 9° Batalhão da PM, onde o profissional está lotado, realizou visita à casa de Esmeraldino e divulgou um rápido boletim sobre o estado de saúde dele. “Ele está apresentado bom controle das crises convulsivas com uso das medicações. A alimentação segue via gastrostomia e apresenta ventilação espontânea sob traqueostomia. Apresenta boa diurese e manutenção de sinais vitais dentro da normalidade. Foi possível notar alguns movimentos, ainda que discretos, como leve preensão palmar e piscar. Segue os cuidados médico e fisioterápico, guardando, até o momento, resposta adequada às terapêuticas propostas. Seguiremos em vigília e em orações”, finalizava a nota emitida pela corporação há cerca de dez dias.

Somente na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) foram 33 dias internado, um total de cerca de dois meses no hospital. O roubo na Tesouraria do Banco do Brasil ocorreu no dia 1º de dezembro. Os bandidos levaram cerca de R$ 80 milhões e nem o dinheiro ou os chefes da megaoperação foram encontrados ainda.

O policial foi atingido no abdômen durante troca de tiros com os bandidos. O fígado e o estômago da vítima tiveram sérios problemas com o projétil. Ele passou por três cirurgias. Morador de Tubarão, Jeferson trabalha no 9º Batalhão da Polícia Militar, em Criciúma. Ele estava em serviço no momento do assalto. Conforme a Polícia Civil, cerca de 40 ladrões encapuzadas participaram da ação. O túnel do Morro do Formigão, na BR-101, chegou a ser interditado com o uso de um caminhão incendiado pela quadrilha para evitar que reforços policiais chegassem à cidade de maneira rápida. As investigações ainda não cessaram e envolve policiais de pelo menos três Estados: SC, SP e RS.

1 – No que o dinheiro arrecadado será utilizado?

Adaptação da residência
Melhorias no quarto para sua recuperação
Consultas médicas com outros profissionais (particulares)
Contas mensais de caráter pessoal (cartão, seguro, financiamento…)
Medicações (posteriormente serão ressarcidas pelo Estado)
Outros gastos que possam acelerar sua recuperação ou aumentar seu conforto.

2 – Existe um valor fixo?

Não, mas para ter uma ideia, nos três meses de tratamento foi utilizado cerca de R$ 30.000,00 (média de R$ 10.000,00/mês).

3 – O salário dele está sendo utilizado?

Sim, a família já tem acesso, porém, somente o salário não é suficiente para cobrir as despesas mensais com tratamento (cobre cerca de 30%).

O Soldado ESMERALDINO segue o tratamento em casa, e precisa da ajuda de todos. O saldo arrecadado até o momento está chegando próximo ao fim, e queremos agilizar para evitar um problema futuro.

São três opções para ajudar:

1 – A Vakinha no site continua aberta, link: http://vaka.me/1584699
(Favor ler a descrição da campanha para entendimento).

2 – Como opção de transferência bancária, o padrasto do Esmeraldino, Senhor Remiston, abriu uma conta bancária para ser utilizada no tratamento.

Banco Nubank – Nu Pagamentos S.A. (260)
Nome: Remiston Generoso Rodrigues
Agência: 0001
Conta: 22945536-2
CPF: 052.405.189-55

3 – Chave Pix: 052.405.189-55
Nome: Remiston Generoso Rodrigues

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui