https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

Após uma cirurgia na qual tudo correu bem, com um pós-operatório igualmente satisfatório, as gêmeas transexuais operadas em Blumenau há pouco mais de duas semanas, finalmente puderam voltar para casa, em Minas Gerais.

Anunciante do CNT

As irmãs, de 19 anos, Sofia Albuquerck e Mayla Phoebe de Rezende, passaram pela cirurgia de redesignação sexual (mudança de sexo) nos dias 10 e 11 de fevereiro e após a plena recuperação foram liberadas pelos médicos para retornarem ao estado natal, na sexta-feira, 26.

Anunciante do CNT

O fato repercutiu internacionalmente como o primeiro caso de gêmeas trans que fizeram a transição do masculino para o feminino ao mesmo tempo. A notícia foi citada no periódico norte-americano New York Post e nos ingleses The Sun e Daily Mail, entre outros.

Anunciante do CNT

Elas também são as trans mais jovens a fazerem a operação no país, com base na resolução de 2020 do Conselho Federal de Medicina (CFM), que diminuiu de 21 para 18 anos a idade mínima para a cirurgia.

Operadas no Hospital Santo Antônio pelos médicos cirurgiões Cláudio Eduardo de Souza e José Carlos Martins Júnior, que comandam a clínica Transgender Center Brazil, em Blumenau, as irmãs tiveram pouca dor no pós-cirúrgico e iniciaram o processo de dilatação vaginal, protocolo necessário para adaptação ao novo órgão sexual das irmãs, agora com genital feminino.

A partir deste momento, conforme explica o médico Claudio Eduardo de Souza, elas terão acompanhamento médico por telemedicina, num intervalo de 30 a 40 dias cada consulta, para ajustar o protocolo de dilatação da neo-vagina e orientá-las até o início da prática sexual.

De acordo com a equipe médica elas devem retornar à clínica até o décimo segundo mês da operação para consulta com ginecologista da Transgender, e posteriormente fazerem esse acompanhamento com um ginecologista da escolha delas.

Para José Carlos Martins Júnior o caso foi um sucesso e psicologicamente as irmãs ficaram muito felizes e satisfeitas com o procedimento. Embora este não seja o resultado estético final, que se dará entre 18 e 24 meses após a cirurgia, a função urinária já foi reestabelecida e a parte sexual poderá iniciar após 90 dias da operação.

Fonte: O Município Joinville

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui