https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

Hospitais com UTIs lotadas, aumento do número de mortes e de casos e muita gente deixando de usar máscaras nas ruas e relaxando em cuidados necessários para que a proliferação da doença seja evitada. O novo relatório da matriz de risco potencial do coronavírus foi divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde nesta quarta-feira (11). Conforme o documento, a Amurel segue em nível grave de contágio. Essa é a sexta semana seguida que a região se mantém na mesma situação.

Anunciante do CNT

Somente nesta quarta, foram confirmados quatro óbitos na Amurel. Em Tubarão, um homem de 57 anos morreu. Em Laguna, a vítima foi um idoso de 75 anos. Imaruí registrou o sexto óbito e Treze de Maio confirmou a primeira vida perdida em decorrência da covid-19.

Anunciante do CNT

De acordo com os dados levantados nessa semana, as regiões da Grande Florianópolis, Xanxerê e Meio-Oeste foram classificadas com o maior risco potencial, o gravíssimo. Apenas a região do Extremo-Oeste foi classificada com o Risco Alto. Todas as demais permanecem com o risco Grave para a proliferação do novo coronavírus.

Anunciante do CNT

A Grande Florianópolis abrange 22 municípios e a classificação afeta aproximadamente 1,2 milhão de pessoas. Desde o último dia 15 de setembro, Santa Catarina não apresentava região em estado gravíssimo. Entretanto, pela segunda semana consecutiva mantém uma região com essa classificação. Mesmo na cor laranja, a matriz mostrou que as regiões do Oeste, Planalto Norte e Laguna obtiveram pontuação muito próxima do nível gravíssimo.

Confira o relatório completo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui