https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

A noite de quinta-feira, 22, foi movimentada para os moradores e policiais de Braço do Norte, deu início por volta das 21h40 no bairro Floresta, conhecido pela venda de drogas. Uma ocorrência de perturbação do trabalho ou sossego alheio foi registrada no mesmo local.

Anunciante do CNT

Na ação os policiais constataram que havia uma caixa de som com o volume muito alto e foi iniciada a abordagem. Uma mulher presente no local aparentava estar muito nervosa, falava em tom elevado perante os policiais, e se recusava  a todo o momento a seguir as ordens dos mesmos que pediam que ela ficasse na posição de revista,e a mesma  inclusive se recusava a passar  seu nome completo para sua identificação.

Anunciante do CNT

Além disso, ao ser informada que seu aparelho de som seria recolhido, ela desferiu um empurrão em um policial e falou que eram “todos um bando de folgados”. Neste momento foi dada voz de prisão a mulher que novamente resistiu e, com empurrões, não deixou que os policiais a algemassem, sendo necessário a ação de três policiais para efetuar a ação. Vale ressaltar que a mulher desferiu alguns chutes nas viaturas policiais vindo a danificá-las. 

Anunciante do CNT

No momento de sua revista foi localizado R$ 530,00 em dinheiro e um pequeno cigarro de substância semelhante a maconha. Diante dos fatos, foi confeccionado um  boletim de ocorrência, ela responderá por desacato, desobediência, resistência, dano contra o patrimônio público, perturbação do trabalho ou sossego alheio, além de posse ou porte de drogas para uso pessoal,sendo tudo gravado por câmeras policiais.

Logo mais tarde, por volta das  3h10 da madrugada, no bairro São Basílio. A guarnição foi acionada, via Central Regional, para atender a ocorrência de furto.  Uma relojoaria foi invadida por criminosos, no local, a proprietária do estabelecimento relatou, que vizinhos teriam lhe avisado que sua loja havia sido arrombada. Ela constatou que logo ao chegar no local viu que o vidro havia sido quebrado e deu por falta de alguns óculos. A mesma pontua que tal ato já ocorreu semana retrasada e que conforme as imagens gravadas pelo videomonitoramento, possivelmente  o crime tenha o mesmo autor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui