https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

A construção da primeira rampa náutica sob a passarela Ângelo Zaboti, na margem direita, está na reta final. Com a concretagem da rampa de acesso na última sexta-feira (11), as obras estão 80% concluídas.

Anunciante do CNT

A pavimentação do acesso foi o penúltimo trabalho de concretagem na rampa da margem direita. Agora, a empresa Araújo, responsável pelas obras, fará o acabamento da rampa na extremidade em contato com o leito do rio. As ensacadeiras serão substituídas por um enrocamento de pedras e, por fim, a colocação de uma camada do chamado concreto ciclópico.

Anunciante do CNT

Esse trabalho será iniciado após o período de cura do concreto utilizado na rampa de acesso. Como é necessária a passagem de máquinas e caminhões, o pavimento precisa estar apto a receber veículos pesados.

Anunciante do CNT

A rampa da margem direita tem 15 metros de largura por 25 de comprimento. O espaço será utilizado para a prática de esportes náuticos da população e ações do Corpo de Bombeiros Militares e da Defesa Civil.

A construção das rampas náuticas nas duas margens é uma obra da Tubarão Saneamento como ação compensatória acertada junto à Agência Reguladora de Saneamento de Tubarão (AGR), por conta da implantação do Sistema de Coleta e Tratamento de Esgoto. No total, serão investidos cerca de R$ 550 mil, nas duas margens do rio.

A construção da primeira rampa náutica sob a passarela Ângelo Zaboti, na margem direita, está na reta final. Com a concretagem da rampa de acesso na última sexta-feira (11), as obras estão 80% concluídas.

A pavimentação do acesso foi o penúltimo trabalho de concretagem na rampa da margem direita. Agora, a empresa Araújo, responsável pelas obras, fará o acabamento da rampa na extremidade em contato com o leito do rio. As ensacadeiras serão substituídas por um enrocamento de pedras e, por fim, a colocação de uma camada do chamado concreto ciclópico.

Esse trabalho será iniciado após o período de cura do concreto utilizado na rampa de acesso. Como é necessária a passagem de máquinas e caminhões, o pavimento precisa estar apto a receber veículos pesados.

A rampa da margem direita tem 15 metros de largura por 25 de comprimento. O espaço será utilizado para a prática de esportes náuticos da população e ações do Corpo de Bombeiros Militares e da Defesa Civil.

A construção das rampas náuticas nas duas margens é uma obra da Tubarão Saneamento como ação compensatória acertada junto à Agência Reguladora de Saneamento de Tubarão (AGR), por conta da implantação do Sistema de Coleta e Tratamento de Esgoto. No total, serão investidos cerca de R$ 550 mil, nas duas margens do rio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui