https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

Durante Carnaval de blocos de rua, droga e álcool voltaram a fazer vítimas e teve até jovem cortando os pulsos depois da bebedeira

Anunciante do CNT

Fernanda Palheta e Lucas Mamédio

Jovem que cortou o pulso recebendo os primeiros atendimentos da Guarda Municipal (Foto: Marcos Maluf)
Anunciante do CNT

Nos dois primeiros dias de desfile dos blocos na Esplanada Ferroviária, pelo menos, 40 pessoas foram atendidas por abuso de álcool e drogas. Como nos anos anteriores de folia, a maioria dos atendidos na estrutura montada pela Prefeitura eram de crianças e adolescentes.

Anunciante do CNT

De acordo com o balanço parcial divulgado na manhã desta segunda-feira (24), pelo coordenador geral de urgência do Município, Yama Higa, no primeiro dia de desfile, no último sábado (22), foram realizados 18 atendimentos, já no domingo (23) a número subiu para 22.

“Todos os atendimentos foram por abuso de álcool e droga e 85% desses casos envolveram crianças e adolescentes”, detalha.

Entre os casos registrados, o que mais chamou atenção foi de um menino de 12 anos, atendido no sábado a noite, muito alcoolizado. Como nos outros casos de menores de idade, a criança só foi liberada com a presença dos pais ou responsáveis.

A mãe dele foi acionada pelo celular, disse que não teria condição de ir até a Esplanada buscar o filho, e um veículo oficial teve de ir até o bairro pegá-la para só então o garoto ser liberado.

Segundo Yama Higa, também foi registrado um esfaqueamento no sábado e cortes e contusões nos dois dias.

Extremos da bebedeira – Na madrugada de hoje, a equipe do Campo Grande News acompanhou o atendimento de uma jovem, de 20 anos, que se cortou durante a festa. Os amigos da jovem relataram que ela bebeu demais, brigou com o namorado e cortou o próprio pulso.

Ela recebeu o primeiro atendimento pela Guarda Municipal, que estancou o sangue. A jovem ainda caiu e bateu a cabeça. Em seguida ela foi atendida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e o Corpo de Bombeiros e encaminhada para a Santa Casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui