https://www.cnttubarao.com.br/wp-content/uploads/2021/01/web-banner-IPTU-2021_CNT.jpg
Anunciante do CNT

Cuidar, abrigar, dispor uma refeição decente, doar vestimenta e roupas de cama limpas, além de encaminhar ao mercado de trabalho, ou pelo menos tentar. Tudo isso é realizado, desde a noite desta quarta-feira (30), com três pessoas em situação de rua que iriam dormir ao relento neste frio intenso de cerca de 5ºC ou até menos – como tem feito nas últimas madrugadas – e, mesmo que de passagem por Capivari de Baixo, aqui encontraram mãos estendidas e algum tipo de aconchego.

Anunciante do CNT

Uma força-tarefa autorizada e apoiada pelo prefeito Dr. Vicente Costa, coordenada pela equipe da Secretaria de Assistência Social e parceria com a Secretaria de Obras, Viação, Trânsito e Meio Ambiente e Departamento de Esportes, conseguiu fornecer um abrigo adequado a este público, muitas vezes alvo de pré-conceitos. O grupo poderá passar as noites em um local preparado no Ginásio de Esportes Juan Manoel dos Santos, no Centro.

Anunciante do CNT

É provisório para três noites, que seguem gélidas, como aponta a previsão climática. O risco de hipotermia é muito grande e pode atingir facilmente essas pessoas que estão ao relento. “É o mínimo que podemos fazer. No entanto, além deste abrigo, a Prefeitura, por meio da Assistência Social e da Família, realiza uma série de encaminhamentos”, garante a secretária da pasta, Samira Vargas Porto.

Anunciante do CNT

A estrutura do Ginásio, que está inativo para prática esportiva devido à pandemia da Covid-19, foi adaptada com colchões, roupa de cama, toalhas de banho, kit de higiene pessoal, janta e café da manhã (alimentação fornecida por voluntários). Essas pessoas são atendidas pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) do município, que realiza procedimentos técnicos, estudo social, busca ativa, acolhida, e é verificado os vínculos familiares, se têm documentação e outros detalhes. “Além disso, são observadas as questões profissionais, ou seja, analisamos as aptidões e, a partir daí, fazemos os encaminhamentos para clínicas e/ou mercado de trabalho”, pontua Porto.

As assistentes sociais Alessandra Francioni e Daiani Antunes atuam neste trabalho de forma direta junto à secretária Samira, além dos servidores públicos Ismael Martins e Felipe Pessoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui